Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

Hellenikon - Comida dos Deuses!

Hellenikon. É este o nome do estabelecimento que pode levar os bons apreciadores gastronómicos que estejam pela zona do Grande Porto, a provar os prazeres de uma completa e divinal refeiÇão tradicional grega, digna dos próprios Deuses daquele mítico país do Mediterrâneo!

 

É uma pequena mas muito acolhedora casa de pasto/restaurante situada na Travessa da Bica Velha, no cruzamento das ruas de São Dinis e Serpa Pinto, na freguesia de Paranhos, que faz obviamente da cozinha tradicional grega o seu sucesso.

Com certeza, não será muito conhecido para o público comum, visto que não é um restaurante propriamente normal para as refeiÇões quotidianas, mas para os adeptos de experiências gastronómicas variadas é um sítio de eleiÇão definitivamente. Outro aspecto interessante a realÇar na minha opinião, é o facto de ser um local apropriado para jantares especiais, como por exemplo jantares românticos, o que devo dizer foi o meu caso nas duas vezes que já o visitei. Sim, eu também consigo ser romântico...Mas vamos à parte de "dar ao dente" propriamente dita.

 

Para início de refeiÇão, temos para petiscar, um cesto com várias variedades de pão (destaco um género de broa de milho com passas), acompanhadas por uma bela pasta de azeitona preta grega, tomate e queijo Feta. Para o acompanhamento é também disponibilizado o Ouzo, um licor grego com sabor a anis. Num consistente rol de entradas, como aliás a lista de refeiÇões e sobremesas, a variedade é muita, algo que é sempre muito relevante na qualidade que eu pretendo encontrar em qualquer bom estabelecimento.


Nesta última vez, escolhi uns croquetes de legumes com molho Tzatziki, um molho de iogurte grego, que é servido frio. O nome da entrada na lista (e fixar isto?) é Kulomythokeftégles. E não, não consegui pronunciar esta palavra. Acho que até os próprios Gregos se veêm à rasca para o dizer... Gostei bastante da escolha. Creio que foi das melhores entradas que comi na minha vida.

Nas refeiÇões, eu optei pelo peixe e pedi o Bakalianos Melintzana, bacalhau desfiado enrolado em beringelas fritas, acompanhado com batata frita em rodelas e molho de tomate ligeiramente picante.

A minha namorada optou por carne e escolheu o Biftéki hellas me feta tini, um hamburguer recheado com legumes e queijo Feta, acompanhado por batatas fritas e molho Tzatziki. Posso-vos assegurar que são MUITO bem servidos, independentemente do prato escolhido, tanto em quantidade como em qualidade. Para beber, peÇam algo não gaseificado, para não "encher" muito e poderem aproveitar toda a refeiÇão.


Para sobremesa, aconselho vivemente a Kataifi, um doce à base de ovos que é mesmo muito agradável e, claro, tradicional. Para os interessados em gelados, a "TaÇa Atenas" é uma boa escolha, com sabores de chocolate, iogurte grego e caramelo a comporem esta delícia.

Também possui uma aparentemente boa carta de vinhos, tanto portugueses, como gregos, embora neste aspecto não posso opinar, pois os vinhos não são "a minha praia". Se forem da qualidade da refeiÇão, garantidamente não se fica nada desapontado.

 

Como é um restaurante muito peculiar, a gama de preÇos é um bocadinho elevada, embora nada de extravagante creio eu: entre 20 e 24 euros por pessoa. O atendimento é bom sem dúvida e uma curiosidade prende-se com o som ambiente do espaÇo, composto por música tradicional grega.


Fica aqui uma sugestão para as vossas saídas na zona do Porto se pretenderem algo de diferente, algo que fuja à rotina do quotidiano, o que é sempre bom de vez em quando.


Cumprimentos e que a malandrice faÇa correr muita tinta!

publicado por mWo às 21:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011

A Família serve para tudo!

Ora bem, um preservativo é um método contraceptivo para evitar a transmissão de doenÇas sexualmente transmissíveis (adoro uma boa redundância!) e para evitar a gravidez, que é a maneira mais natural de constituir família. Neste post a palavra chave é mesmo "Família", como podem constatar na seguinte imagem:

 


Acho que dar um nome a um produto, que é precisamente usado para evitar esse tal nome, não faz muito...como dizer? Sentido...é isso!

Mas se calhar, visto por um ponto de vista mais surreal, pode-se dizer que este preservativo serve para toda a família. Usa o pai, o filho e a filha também vá lá!

 

Que a malandrice faÇa correr muita tinta!

publicado por mWo às 14:55
link do post | comentar | favorito
|

.Malandro

.A malandrar no Facebook

Photobucket



Malandramente Glorioso

Photobucket



Photobucket

Photobucket

.pesquisar

 

.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29


.posts recentes

. E que tal um companheiro ...

. Madeira, a República dos ...

. Chegaram as FÉRIAS Maland...

. Festival do Crato 2011

. Porque os ursos também be...

. E que tal "engravidar" po...

. Rapto de cães?!

. Coreia do Norte: longas "...

. Loira + Carros = Desastre...

. De pequenina é que se sob...

.arquivos

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

.tags

. todas as tags

.LigaÇões de Referência

origem
blogs SAPO

.subscrever feeds